Início » Noticia » Idosos e funcionários de abrigo estadual são vacinados contra a gripe
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Idosos e funcionários de abrigo estadual são vacinados contra a gripe

Image: 

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, vírus causador da gripe, foi antecipada neste ano. De acordo com o Ministério da Saúde, a imunização não apresenta benefício contra o novo Coronavírus, mas a medida facilita o diagnóstico da doença por exclusão. Nesta primeira etapa da campanha, o objetivo é vacinar idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde. Por conta disso, idosos do abrigo estadual “Nosso Lar Socorro Gabriel”, coordenado pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), receberam nesta quarta-feira (24), a dose de imunização ao longo do dia. 

Além dos 43 idosos acolhidos no abrigo, também foram vacinados todos os funcionários do espaço. “A vacinação está acontecendo no abrigo para os idosos e os funcionários, devido a uma articulação da equipe de saúde do abrigo junto ao posto de saúde do bairro. Os idosos do abrigo foram todos vacinados hoje pela manhã, e os funcionários estão sendo vacinados na entrada de seus turnos”, informou a gerente do Abrigo, Aline Cordeiro.

A vacina contra a gripe é trivalente e imuniza contra Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). “O nosso objetivo é proteger os idosos contra a Influenza. Essa campanha pertence ao nosso calendário de vacinação, e ela é de suma importância e necessidade devido à vulnerabilidade dos nossos idosos”, afirmou a gerente.

A vacinação de idosos e profissionais da saúde prossegue até 15 de abril. No dia seguinte (16) começará a segunda etapa da campanha e tem a finalidade de imunizar doentes crônicos, professores da rede pública e privada, profissionais das forças de segurança e salvamento. Já a terceira e última fase começa no dia 09 de maio, e tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de seis anos, pessoas com 55 a 59 anos, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem socioeducativas, e população privada de liberdade.

No Pará, a campanha coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) está utilizando farmácias, supermercados e shoppings centers como postos de vacinação para evitar aglomerações. Mais mais informações sobre a campanha estão disponíveis em: http://www.saude.pa.gov.br/.